Saqqara



Conheça Saqqara e a mais antiga de todas as pirâmides
 
A 20 km ao sul de Gizé está Saqqara, o maior sítio arqueológico do Egito. Seus monumentos contam 3 mil anos de história, desde as primeiras estruturas funerárias do Egito Antigo até os mosteiros coptas.
Considerado um dos sítios arqueológicos mais ricos do Egito, possui várias tumbas, templos e 11 pirâmides, embora nem todas estejam abertas ao público.
Saqqara é uma imensa necrópoles construída pelos reis e nobres do Império Antigo, se fundou  como cemitério de Menfis, a capital do Império Antigo. À medida que Menfis crescia, a cidade dos mortos também aumentava, e chegou a ter 7 km de norte a sul. Suas tumbas mais antigas datam a 1º Dinastia (3100-2890 a.C) e as últimas da época persa (c. 500 a.C).
Descoberta em 1850 quando o professor francês Auguste Mariette começou a escavar e descobriu uma esfinge semienterrada. Em suas escavações achou uma avenida de esfinge e encontrou o Serapeum. Desde então foi descoberto muitas preciosidades na área, mas os arqueólogos acreditam que de Saqqara só se conhece uma pequena parte.
A área com mais de seis quilômetros de comprimento e um quilômetro e meio de largura abriga estruturas funerárias de um período por volta de 3000 a.C. até 950 d.C, com  espetaculares pinturas em tumbas, além da primeira pirâmide.
Saqqara tem esse nome devido ao antigo deus da mitologia egípcia, Sokar, considerado como protetor da necrópole, mas há quem relacione o nome com a tribo Beni Sokar que viveu ali no passado.
Abrange pelo menos quatro complexos de pirâmides de períodos diferentes, diversos túmulos de todas as épocas da história egípcia, assim como necrópoles de diversos animais. Suas pirâmides são cobertas de inscrições e relevos, que descrevem como era a rotina no Egito Antigo. Seu monumento mais importante e impressionante é a Pirâmide Escalonada de Djoser (2630 a 2622 a.C).
O sítio arqueológico Saqqara é grande, a melhor forma de conhecer o sítio arqueológico é a pé e de carro. Para conhecer o local com calma, o ideal é contratar um táxi no Cairo com um preço fechado, e no local contratar um guia.
A rota escolhida depende dos túmulos que estarão abertos ao público na data em que visitar.
Muitos guias particulares começam a visita pelo complexo de pirâmide e pelo Museu de Imhotep, a partir daí visita a Pirâmide de Unas, de onde é possível chegar a pé. Depois, volta para o carro e segue para Mastaba de Mereruka e a pirâmide de Teti, em seguida, vão para Serapeum se estiver aberto. Um tour completo passa também por pelo Túmulo de Ti, bem como a Mastaba de Ptahhotep.

................................................................................................................................................................
» Pirâmide de Userkaf
Esta pirâmide foi construída para o fundador da 5º Dinastia, o Userkaf, que reinou aproximadamente entre 2465 e 2458 a.C. Possui 49 metros altura e  encontra-se num estado muito degradado, pois o lugar funcionou como pedreira.

................................................................................................................................................................
» Tumba de Mereruka
O túmulo de Mereruka, genro de Teti é um dos destaques de Saqqara, o grande complexo possui 33 câmaras, muitas delas com magníficos relevos. Remonta à dinastia 6º (2323-2150 a.C) e mostra algumas das melhores cenas de pesca, caça, e alimentação de animais.

 
Destaques
Cena num pântano que o rei caça dentro de um barco, entre aves, peixes e hipopótamos
Cena que retrata a punição dos sonegadores de impostos
Anel de pedra para amarrar animais para sacrifício
Estátua de Mereruka na porta falsa de seu túmulo
................................................................................................................................................................
» Tumba de Ankhmahor
Também conhecida como Túmulo do Médico, devido aos desenhos de operações cirúrgicas, inclusive de uma circuncisão, como era praticada na 6º Dinastia.

 
Destaques
Fascinantes relevos na parede que retratam cirurgias
................................................................................................................................................................
» Pirâmide de Teti
A Pirâmide de Teti, o primeiro rei da 6º Dinastia (2345 a 2323 a.C), por fora parece um monte de entulho de pedras e areia, mas dentro que está a surpresa, é possível entrar na pirâmide para ver a câmara mortuária que abriga um enorme sarcófago do rei, bem conservado e feito de basalto.

 
Destaques
Escrituras em colunas
Teto pintado de azul decorado com estrelas douradas
Paredes com inscrições com o Texto da Pirâmide
Sarcófago
................................................................................................................................................................
» Pátio de Heb-sed
Este pátio está relacionado com um ritual onde o rei renovava seu governo, além de ser uma área importante de cerimonial que incluía cerimônias nas capelas dos deuses. Os eventos reais ocorriam em uma área aberta do pátio que tinha 95 metros de comprimento e 18 metros de largura.

 
Destaques
Restos dos pavilhões
Primeiras pichações turísticas (do século XII a.C)
................................................................................................................................................................
» Mosteiro de S. Jeremias 
O mosteiro em ruínas fica ao sul da pirâmide de Unas. Foi fundado no final do século 5 d.C  e funcionou até meados do século IX. Foi escavado entre 1906 e 1909 pelo arqueólogo britânico JE Quibell que encontrou muitos restos de escultura em pedra e decoração de gesso, a maioria dos quais estão exposto no Museu Copta do Cairo.

................................................................................................................................................................
» Pirâmide de Unas
O túmulo do último rei da 5º Dinastia, suas câmaras estão cheias de textos, conhecidos como Texto da Pirâmide, o exemplo mais antigo que se conhece da escrita figurativa numa câmera faraônica, que mais tarde foi à base para o Livro dos Mortos do Império Novo. A pirâmide foi fechada ao público, mas as mastabas e túmulos que rodeiam a passagem podem ser vistos.

 
Destaques
Colunas verticais com textos hieroglíficos com registros de hinos, orações e magias
Mastabas e túmulos da passagem ao leste da pirâmide
Calçada decorada com cenas de mercados e animais selvagens
................................................................................................................................................................
» Túmulos Persas
Os Túmulos Persas são algumas das câmaras portuárias mais profundas do Egito. Uma escada em espiral leva até o local onde estão os restos mortais de três nobres persas.

Destaques
Inscrições coloridas
Escada em espiral
................................................................................................................................................................
» Pirâmide de Sekhemket
A pirâmide de Sekhemket, que agora está em ruínas foi abandonada antes da sua conclusão, por razões desconhecidas. Há um sarcófago de alabastro não utilizado em uma de suas passagens subterrâneas.

................................................................................................................................................................
» Grande pátio sul
O grande pátio é uma zona aberta do tamanho de um campo de futebol, situado a frente da pirâmide.

 
Destaques
Frisos de cobras
................................................................................................................................................................
» Pirâmide Escalonada de Djoser
A pirâmide escalonada de Djoser é considerada protótipo para as pirâmides de Gizé e todas posteriores. Foi construída para o Rei Djoser da 3º Dinastia, no século 27 a.C. A entrada para o complexo foi parte de um muro que cercava toda a área, com mais de 1.600 metros de comprimento. Não é possível entrar na pirâmide, mas na face norte, é possível ver o serdab, o pequeno cômodo de pedra com apenas dois pequenos orifícios, de onde é possível ver a estátua em tamanho natural do faraó, na verdade o que se vê é a réplica da estátua, pois a verdadeira está no Museu do Cairo.

 
Destaques
Estátua pintada de Djoser em tamanho natural (é uma cópia, a real está no Egyptian Museum)
Grande pátio sul
Muro com friso de najas
Inscrições antigas feitas por visitantes que datam 12 a.C
Serdab (um quarto pequeno que contém a estátua do faraó)
Entrada do complexo
Corredor com 40 colunas
Muralha de pedra de 544 metros de largura que rodeia o complexo

................................................................................................................................................................
» Mastaba de Akhti-Hotep e Ptah-Hotep
O túmulo foi descoberto em 1964 perto da rampa de Unas, é uma das maiores e mais belas necrópole. Cenas mostram os dois como muito próximo, ao que indica eram gêmeos.

................................................................................................................................................................
» Serapeum
O Serapeum é um dos grandes descobrimentos da egiptologia. A série de catacumbas foi construída para os sepultamentos dos touros Apis, que era um touro que foi considerado como uma manifestação de Ptah, deus de Menfis. Durante sua vida, os touros foram adorados, alimentados, lavados e escovados, quando morriam eram enterrados com grandes cerimonias e mumificados. Foram encontrados 25 sarcófagos de granitos, cada um pesava 72 toneladas e todos foram saqueados. Na verdade, exceto um, que encontraram a estátua de ouro maciço de um boi que agora está no Museu do Louvre em Paris. O Serapeum está fechado para o público até o momento.

................................................................................................................................................................
» Mastaba de Ti
Mastaba Ti foi um alto funcionário da corte que serviu a três reis da 5º Dinastia, sua tumba é uma das maiores e mais bonitas do Egito, com inúmeros e belos relevos coloridos.

 
Destaques
Teto original
Sarcófago
Túmulo ricamente decorado e pintado
Pinturas em seus muros
Três fendas na parede que revelam a reprodução da estátua de Ti em no serdab (espaço para a estátua do morto, no qual permanecia seu espírito)

................................................................................................................................................................
» Círculo dos Filósofos
Grupo de estátuas colocadas pelos gregos ptolomaicos que foi originalmente projetado para um anexo do templo construído por Nectanebo, o último faraó autentico do Egito. O templo desapareceu, o que sobrou foram apenas os filósofos.

 
Destaques
Platão
Homero
................................................................................................................................................................
» Tumba de Horemheb
Tumba do general Horemheb, que comandou o Exército de Tutancâmon antes de se tornar faraó. A múmia de Horemheb nunca ficou na câmara subterrânea escavada na rocha viva sob o mausoléu porque o general se tornou faraó e foi enterrado no Vale dos Reis. Possui um templo de dois pátios, suas paredes interiores são decoradas com relevos, muitos dos quais estão espalhados em museus de todo o mundo.

 
Destaques
Desenhos do adorno de cabeça do rei, que foi adicionado a imagens de Horemheb para mostrar que ele tinha se tornado rei
Descrições de Horemheb adorando Maat, Re-Hor-akhty e Thoth
Cenas comemorando vitórias militares
Pátio bordeado de colunas de três metros de altura
Paredes decoradas com relevos que enfatiza o aspecto militar
Sala das estátuas com a réplica de Horemheb (a original está no museu Britânico)

................................................................................................................................................................
» Tumba de Maya
Maya foi o tesoureiro de Tutancâmon (1336-1327 a.C), sua tumba foi decorado com relevos pintados da mais alta qualidade.

 
Destaques
Paredes de adobe do pátio
Salão principal do culto com suas capelas adjacentes
Relevos de Maya

................................................................................................................................................................
» Tumba de Merineiz
Merineiz foi o Regente e o escriba do Templo de Aton durante o reinado de Akhenaton. Após a morte do rei, se tornou o alto sacerdote de Aton, além de Sumo Sacerdote no Templo de Neith.

 
Destaques
Tumba construída de blocos de tijolos envoltos em pedra calcário
As três salas para o culto de oferenda a Meryneith
Cena dos trabalhadores
Bases de duas pequenas colunas
................................................................................................................................................................
» Tumba de Phahemia
Phahemia foi o principal criado para Akhenaton e seu filho, Tutankhamon. Sua tumba contém o título de “Querido do Rei”. Em uma dessas salas foram encontraram 56 sarcófagos do Novo Império.

 
Destaques
Tumba de tijolos envoltos em pedra calcária
................................................................................................................................................................
» Tumba de Tia
Tia era um dos oficiais de Ramsess II e também o supervisor do Tesouro, casado com uma das irmãs de Ramsess II. Sua tumba foi usada como um templo mortuário ao deus Osíris Tia, que foi subordinado a Ramsés II (1304 a.C a 1237 a.C).

 
Destaques
Cenas de Tia e sua esposa fazendo uma peregrinação a Abydos, o centro do culto de Osíris.
................................................................................................................................................................
» Tumbas de Pay e de seu filho Raia-Pay
A tumba de Pay, que foi o superintendente do Harém no reinado de Tutankhamon, originalmente, o túmulo consistia de um portal que conduzia a uma sala que se abria para um tribunal com pilares e com três salas para oferendas. Seu filho Raia assumiu o posto do pai após sua morte.
 
Destaques
Ruínas das colunas
Sarcófago de Raia
Parede com decoração em relevo
................................................................................................................................................................
» Museu de Imhotep
O Museu que leva o nome do arquiteto da Pirâmide Escalonada reúne uma coleção de artefatos encontrada no sítio arqueológico de Saqqara.

 
Destaques
Quarto de sete, que foi inaugurado em 2006,
Conjunto de azulejos azuis e turquesa que decoravam o interior da pirâmide de Djoser,
Restos de um Djoser sentado
Pés de Imhotep em uma base monumental
Reconstrução do friso de cobra
Painéis esculpidos
Esfinges de madeiras
Sarcófagos
................................................................................................................................................................

bwd  Página 1/5  fwd

 
Poderá também gostar de:
Tipos de safáris
Descubra as diversas maneiras de desbravar a savana africana.
Savana Africana
O famoso Kruger Park oferece uma experiência de vida selvagem que se classifica como a melhor da África.
Trabalho voluntário
O trabalho voluntário é uma oportunidade de enriquecer o currículo, ajudar quem precisa e ainda ter uma experiência inesq
O que fazer em Marrakech
Vai visitar Marrakech ou tem vontade de conhecer? Saiba quais são as principais atrações da cidade.

Busca

Tradutor

Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Spanish