Esqui na Argentina

Conheça as estações de esqui da Argentina

 
A chegada do inverno anuncia a abertura dos centros de esqui da Patagônia Argentina. De Mendoza à Ushuaia, na Terra do Fogo, opções não faltam, seja na conhecida e desejada Bariloche que todos os anos têm uma nevasca verde e amarela ou na ainda desconhecida Caviahue.
Os brasileiros estão invadindo cada vez mais o país vizinho, seja para passear por Buenos Aires ou visitar o Zoológico de Luján, mas o sonho de consumo de muitas pessoas é mesmo conhecer a neve. E neste quesito a Argentina oferece diversas opções para todos os gostos e bolsos.


As estações de esqui na Argentina geralmente iniciam sua temporada na segunda quinzena de junho.Cada destino oferece suas peculiaridades. Mas o que todos eles têm em comum é o branco da neve predominante em suas paisagens. Seja no Cerro Bayo, Cerro Castor, Cerro Catedral, Penitentes, Chapelco, La Hoya, Cerro Batea Mahuida, Las Leñas ou Caviahue, opções para curtir o frio e a neve não faltam, e o que é melhor, bem pertinho.

 ............................................................................................................................................................. 
Cerro Catedral, Bariloche, Río Negro
Bariloche é a queridinha dos brasileiros, tanto que em julho ganha o apelido de “Brasiloche”.
O Cerro Catedral é o principal centro de esqui da Argentina e está apenas 19 km da cidade de San Carlos de Bariloche, localizado na Província de Río Negro, a 1.621 quilômetros de Buenos Aires. Possui esse nome por conta dos seus picos que parecem torres de catedrais medievais de estilo gótico.
É um dos maiores complexo de esqui da América do Sul, possui um belo cenário formado pelo lago Nahuel Huapi e as Cordilheiras dos Andes.


O charmoso Cerro Catedral é uma cidade­resort que oferece diversas opções de lazer, restaurantes, bares, chocolatarias e muitas lojas.
A estação possui os melhores meios de elevação da América do Sul, além de um moderno sistema de fabricação de neve que produz flocos neve de verdade, capaz de cobrir uma superfície 10 hectares. São 53 pistas sinalizadas de diversos graus de dificuldades que podem chegar a 2.000 metros de altitude sobre o nível do mar.
O resort oferece inúmeras atividades de inverno como travessias em trenó, snowboard, passeios em moto de neve e quadriciclo, todas as modalidades de esqui (esqui alpino, de fundo, de travessia e fora de pista), parapente, trekking e alpinismo.

 
Mais informações: Bariloche.
 ............................................................................................................................................................. 
Cerro Bayo - Villa La Angostura, Neuquén
Vizinha da famosa Bariloche, a Villa la Angostura é uma simpática vila de montanha, localizada na província de Neuquén, a 45 minutos do Aeroporto de San Carlos de Bariloche e a uma hora e meia de San Martín de los Andes.
A pequena cidade abriga o Cerro Bayo que conta com 14 km de pista esquiáveis, além de mais 4 km fora da pista, divididos em 25 pistas com 4 níveis de dificuldades e 16 meios de elevação. O centro de esqui possui 6 mil metros de descida ininterrupta,  com belíssimas vistas. Oferece pistas para principiantes e esquiadores experientes.
Um diferencial do Cerro Bayo é que as pistas para principiantes encontram-se a 1550 metros de altura, diferentemente de outros centros, onde geralmente esses tipos de pistas estão na base.


Rodeada de bosques e com uma esplendida visão do Lago Nahuel Huapi, o Cerro Bayo permite uma das melhores vistas da região em meio à cordilheira.
Um passeio imperdível é caminhada com raquetas pelo bosque e a telecabine “Cumbre” que permite o acesso ao ponto mais alto da montanha, a 1.805 metros de altitude. Para quem gosta de aventura o canopy na neve (tirolesa) é uma excelente opção. Além disso, o centro invernal oferece aproximadamente 200 hectares para a prática de esqui alpino, com um desnível de 700 metros.
Durante toda a temporada de esqui, semanalmente acontece na famosa Bajada de Antorchas (descida de tochas).


 ............................................................................................................................................................. 
Chapelco -San Martin de los Andes, Neuquén
Chapelco  está localizado no noroeste da Patagônia, na província de Neuquén, a 20 quilômetros de San Martín de los Andes e a 1.600 quilômetros de distância de Buenos Aires.
O centro de esqui Chapelco encontra-se a 1.980 metros acima do nível do mar e conta com 25 pistas de esqui com diversos níveis de dificuldades, totalizando 5,3 quilômetros, em área de 1.600 hectares, com 12 meios de elevação.
Situado próxima à charmosa cidade de San Martin de los Andes, Chapelco Ski Resort possui uma beleza excepcional, por isso, é uma das estações mais atrativas da Patagônia Argentina, de onde é possível apreciar a vista imponente do Lago Lacar, os bosques típicos da região e o Vulcão Lanin que delineia a Cordilheira dos Andes.
A charmosa vila oferece boa estrutura aos turistas, no local é praticado três tipos de esqui: alpino, de fundo e de travessia. Para os amantes do snowboard, é possível aventurar-se nas quatro categorias com vários níveis de dificuldade, atendendo tanto principiantes quanto os experts no esporte. É possível fazer passeios em moto de neve e trenós puxados por cães e ainda caminhadas com raquetes.


O Chapelco Ski Resort oferece neve de excelente qualidade, que combina adrenalina e paisagem. Suas pistas são preparadas por máquinas.
Para que busca atividade mais extrema na neve, Chapelco oferece o programa Back Bowls, que consiste em descidas em neve virgem do outro lado da montanha. Veículos auxiliam o esquiador a retornar ao alto da pista.
Chapelco é uma das estações de esqui mais seguras do mundo, pois conta com a presença de patrulheiros altamente preparados que percorrem as pistas e possuem postos fixos em vários pontos da montanha.
Os meses de agosto e setembro é a época mais procurada por esquiadores e amantes dos esportes de inverno, pois nesse período é que acontecem os eventos esportivos de nível internacional.
 

Mais informações: San Martin de los Andes
 ............................................................................................................................................................. 
Caviahue – Caviahue-Copahue, Neuquén
Caviahue-Copahue está a uma altitude de 1.647 metros no coração da Cordilheira do Andes, distante 357 quilômetros de Neuquén e 1.560 quilômetros de Buenos Aires. A estação de esqui Caviahue fica numa vila de montanha, ao pé do Vulcão Copahue, cercada por bosques de araucárias e de pehuenes milenares (árvores da região), lagos com águas azul turquesa, lagunas e cascatas.


 
Além do seu tesouro paisagístico, Caviahue soma a riqueza das suas águas termais com as propriedades minerais vulcânicas.
A estação de inverno com 1.000 hectares aptos para o esqui tem uma das temporadas mais longa de todo o hemisfério sul, são cinco meses – junho a outubro – de temporada de neve. Possui 12 meios de elevação e 22 pistas. O percurso de descida de pista é de 8 quilômetros, desde cratera do vulcão até a base do centro.
Em Caviahue é possível esquiar entre bosques de coníferas pré-históricas e depois relaxar nos banhos termais.
O centro invernal é um dos mais tranquilos da Argentina e oferece atividades como esqui alpino, de fundo, snowboard, trenós puxado por cachorros siberianos e excursões pelos bosques com raquetes especiais para neve.

 .............................................................................................................................................................
Cerro Batea Mahuida - Villa Pehuenia, Neuquén
O Cerro Batea Mahuida, localizado a Villa Pehuenia, a 370 quilômetros de Neuquén é o menos conhecido de todos os centros de esqui da Argentina. Encontra-se a 1.450 quilômetros ao sul de Buenos Aires e faz fronteira com o Chile.
Este parque de neve localizado na Cordilheira dos Andes possui uma riqueza natural e influência da história e cultura Mapuche. É conhecido por ser o único na Argentina administrado por uma comunidade Mapuche, a comunidade Puel.

Localizado a 1.900 metros acima do nível do mar, de onde é possível desfrutar de uma linda paisagem dos lagos Aluminé e Moquehue, e dos vulcões Villarrica, Llaima, Lonquimay (no Chile). Devido à sua localização e suas encostas com muito vento e neve, possui uma temporada extensa, que pode começar em junho e terminar em outubro.
No Cerro Batea Mahuida é possível praticar esqui nórdico, alpino, snowboard, passeios de motos de neve, caminhada com raquetes entre as florestas de araucária.
A infraestrutura hoteleira e gastronômica é oferecida pela Villa Peuhenia e Aluminé, que ficam próximas ao parque. Próximo à estação, encontra-se um bosque de fósseis de pehuene e gravações rupestres de valor arqueológico e cultural.


 ............................................................................................................................................................. 
La Hoya - Esquel, Chubut
La Hoya está situada a noroeste da Província de Chubut, a 12 quilômetros da cidade de Esquel e a 1.965 quilômetros de Buenos Aires.
Junto ao Parque Nacional Los Alerces, La Hoya possui bosques, lagos e cachoeiras e lindas paisagens. A montanha onde está localizado o centro de esqui possui 1.430 metros no seu ponto mais elevado. Em seus cumes brancos estão 60 hectares de terreno esquiável e pistas para todos os níveis.
Através dos seus 10 meios de elevação, La Hoya possui pistas adequadas para a prática de esqui alpino, de travessia, de fundo e fora de pista, além de snowboard. Além de oferecer um circuito para motos de neve.


Sua localização geográfica permite aproveitar da neve desde os primeiros dias de junho, o que permite que a temporada de neve comece em junho e vai até meados de outubro.
A montanha é habitada por animais como guanaco e condor, além de brindar o visitante com vista panorâmica de suas belezas naturais.
A estação é uma das preferidas pelas famílias da Argentina, pois é tranquila e possui uma ótima infraestrutura.

 ............................................................................................................................................................. 
Las Leñas - Malargüe, Mendoza
A cidade mais próxima de Las Leñas é Malargüe que fica a 80 quilômetros em estrada de terra, localizado na província de Mendoza, a 1.200 quilômetros de distância de Buenos Aires.
Las Leñas é conhecido como um dos mais importantes centros de esqui da Argentina e da América do Sul, pois está localizado no mais alto ponto da Cordilheira dos Andes. É frequentemente comparado com os centros de esqui da Europa e dos Estados Unidos, seus 230 hectares de superfície esquiável, possuem uma qualidade de neve conhecida internacionalmente, devido ao clima seco.
O resort de alta montanha Las Leñas combina natureza, conforto, aventura e tranquilidade. São 30 pistas e 13 meios de elevação, a 2.240 metros do nível do mar, que atinge 3.430 metros no topo da montanha.


Com neve de qualidade, gastronomia internacional e instalações hoteleiras de primeiro nível, Las Leñas oferece serviços e equipamentos de última geração, além de socorristas e médicos nas pistas, cães para resgate e sistema de controle remoto de avalanches.
Possui uma das descidas mais livres e largas por pistas e a pista mais longa do mundo, para o nível intermediário com7 km de extensão.
Las Leñas é o único resort de esqui da América do Sul que conta com esqui noturno com 2.000 metros de pistas iluminadas.


 ............................................................................................................................................................. 
Penitentes - Villa Los Penitentes, Mendoza
Penitentes está localizado a 168 quilômetros de Mendoza e a 1.257 quilômetros de Buenos Aires. Pertinho da montanha Aconcágua, o cume mais alto da América do Sul, a 2.580 metros acima do nível do mar, possui 25 pistas com percurso e desníveis para os diversos níveis.
A estação de esqui Penitentes possui mais de 300 hectares de pistas esquiáveis, onde é possível praticar esqui alpino, nórdico de competição e extremo e snowboard.


Penitentes oferece alta porcentagem de dias ensolarados e lindas paisagens, além disso, fica próximo ao Parque Provincial Aconcágua, Laguna de Horcones e Cerro Aconcágua e da famosa Puente del Inca.
A infraestrutura hoteleira é um diferencial, pois os meios de hospedagem estão instalados ao pé do centro de esqui, com vista privilegiada para as pistas, o que permite a encantadora experiência de entrar e sair esquiando do hotel.

 ............................................................................................................................................................. 
Cerro Castor – Ushuaia, Tierra del Fuego
O Cerro Castor está localizado no extremo da Patagônia Argentina a 26 quilômetros da cidade de Ushuaia, mais conhecida como o fim do mundo. Distante de Buenos Aires 3.496 quilômetros.
Possui características únicas, por ser s cidade mais austral do planeta, concentra a maior quantidade de neve da Argentina e da América do Sul.
O Cerro Castor fica na chamada Terra do Fogo, às margens do Canal de Beagle. É conhecido por suas belas paisagens e, principalmente, pela qualidade da neve, que é usada por esquiadores profissionais de diversos países para treinamento. Destaque para a proximidade com Ushuaia, local onde o mar e a montanha se unem e protagonizam uma deslumbrante geografia.


 
Composto por 29 pistas de esqui e um parque com 32 km de pistas com diferentes níveis de dificuldade, possui 650 hectares esquiáveis, 11 meios de elevação e 12 canhões que produzem neve artificial, o que assegura neve até a base durante toda a temporada.
É também ótima opção para quem procura passeios de ecoturismo diferenciados, como a Navegação Canal de Beagle, visita ao Parque Nacional Tierra del Fuego e a viagem no Trem do Fim do Mundo. Durante a temporada, promove eventos de esportes como polo, rugby, golfe na neve e campeonatos de esqui.
O Cerro Castor está a 195 metros sobre o nível do mar, e seu cume a uma altitude de 1057 metros. Com um clima antártico a uma fauna e flora surpreendentes, possui a mais longa temporada de neve da América do Sul.
No Cerro Castor, além de esquiar e praticar snowboard, é possível fazer caminhadas na neve com raquete, além de passeios com motos de neve e trenós.

 
Mais informações: Ushuaia
 .............................................................................................................................................................

Poderá também gostar de:
Souvenirs
Eles tão inevitáveis numa viagem quanto os gastos extras e os quilos acumulados nas férias.
Manaus
Foto: Lucia Barreiros da Silva No centro da maior floresta tropical do planeta encontra-se Manaus, cujo nome tem origem da tribo de índios M
Mato Grosso
 Brasil  Mato Grosso    Pantanal    Pantanal Norte    Pantanal: Passeios e Excurs&otild
Bariloche
Um dos destinos mais charmosos da América do Sul, Bariloche na Patagônia Argentina atrai milhares de visitantes anualmen

Busca

Tradutor

Portuguese Chinese (Simplified) English French German Italian Spanish